sábado, 8 de fevereiro de 2014

Meningite: cuidado ela pode matar!

Olá amigos/amigas! 
Muito tempo hein?! Mas nao poderia deixar passar em branco, depois de saber de 2 casos de morte por meningite resolvi fazer esse post.
Essa doença é muito séria  e mata 10% das pessoas infectadas e 50% quando chega a circulação sanguinea.
O problema que muitos pais acham que é apenas uma gripe e não levam seus filhos para uma averiguação mais profunda.
Mesmo uma gripe/resfriado bobo deve ter um acompanhamento médico!

Li hoje no R7que a prefeitura nega o surto da doença mesmo com 6 casos da doença  confirmados.

Vamos cuidar de nossos filhos!

O que é:

A meningite é uma inflamação das membranas que revestem o cérebro e toda a medula espinhal, que quando é prontamente diagnosticada e tratada tem cura.
A meningite geralmente é viral ou bacteriana mas ela também pode ser causada por fungos ou traumatismos.
A meningite viral tende a regredir mais rapidamente enquanto que a meningite bacteriana quando não é tratada corretamente pode levar à morte.

Sintomas da Meningite

Saber os sintomas da meningite pode ajudar a identificar precocemente a doença e assim iniciar o tratamento evitando possíveis sequelas. Os sintomas da meningite geralmente são:
  • Febre alta;
  • Dor de cabeça forte;
  • Náusea e vômito;
  • Rigidez do pescoço, intensa dor no pescoço, dificuldade em encostar o queixo no peito;
  • Confusão mental;
  • Intolerância à luz e ao ruído;
  • Prostração;
  • Moleza;
  • Pode haver avermelhadas na pele.

Sintomas de meningite no bebê:

  • Febre alta;
  • Irritabilidade ou Sonolência;
  • Choro agudo;
  • Pode haver convulsões;
  • A moleira pode torna-se tensa ou apresentar-se estufada.
O diagnóstico da meningite é confirmado após a realização do exame da punção lombar que consiste em retirar uma pequena quantidade de líquido presente na coluna por meio de uma injeção.

Tratamento para meningite

O tratamento para a meningite depende da sua causa, podendo ser tratada com a toma de antibióticos, anti-virais ou corticoides em meio hospitalar. Alguns remédios que podem ser utilizados na meningite bacteriana são cefotaxima e ampicilina, ou aciclovir, no caso da meningite viral, e dependendo da gravidade da doença, o paciente pode ser mantido na Unidade de Terapia Intensiva.
O tratamento deve ser iniciado prontamente para diminuir o risco de complicações. O tempo de duração do tratamento da meningite é de aproximadamente 5 a 10 dias, e nas primeiras 24 horas do tratamento, o indivíduo deve ser isolado para evitar a transmissão da doença para outros. É importante a vigilância dos seus contatos por um período mínimo de 10 dias.
As sequelas da meningite podem ser:
  • Perda da visão ou da audição;
  • Comprometimento cerebral;
  • Coma;
  • Morte.
Estas sequelas podem ocorrer quando o tratamento da meningite é feito de forma inadequada ou tardia.

Transmissão da Meningite

A meningite é contagiosa e pode ser transmitida através do contato com gotículas de saliva do indivíduo contaminado através da tosse, espirro ou fala.
O vírus não consegue sobreviver no ar e portanto é necessário um contato mais íntimo com o paciente para que um outro seja infectado. Beijos na boca e de língua são um meio propenso para se pegar meningite, mas isto só ocorre se o indivíduo não for vacinado contra a doença. Aperto de mão, abraços, partilhar objetos pessoais e permanecer menos de 6 horas em contato com o paciente não trazem risco a saúde.
A meningite viral é mais comum no verão e a meningite bacteriana é mais comum no inverno.

Prevenção da meningite

A prevenção de alguns tipos de meningite pode ser feita através da vacinação que ocorre em 3 doses ainda na infância. Bebês devem receber a primeira dose da vacina para prevenir a meningite com 1 mês de vida, e as outras doses aos 3 e aos 6 meses ficando imunes contra as formas mais comuns da doença.
Todavia, como ainda não existe uma vacina para cada micro-organismo que possa provocar a meningite, recomenda-se evitar o contato com indivíduos diagnosticados com a doença.
Fonte: Tua Saúde

3 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Já vi um menino entrar numa clínica e não sair... há 30 anos...
Bjm fraterno e quaresmal

Déia. disse...

É muito triste ne?

Déia. disse...

É muito triste ne?

Isso tambem te interessa...

Blog Widget by LinkWithin