quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Quando procurar um fonoaudiólogo?

Olá minha gente,
estou num grande dilema. Matheus tem hoje 5 anos e, até hoje, troca o "R" pelo "L" quando ele vem antecedido de uma outra consoante.
Por ex: Praia ("plaia"), Brincadeira ("blincadeira")...
Para fono da escolinha dele ainda é um pouco cedo para se preocupar já que essa pronúncia é a última que a criança consegue aprender. É a mais difícil.

Meu medo é que na fase de alfabetização ele leve esse desvio oral para a grafia e é justamente nesse ponto que não quero chegar.
Estou pensando seriamente em levá-lo a um fono para que ele possa fazer uma avaliação da fala do Matheus.
Ainda nao conversei a respeito disso com a pediatra dele, mas eu acho que cada médico se especializa numa área por um motivo e algo desse tipo gosto de levar para um especialista na área.
Fora essa dificuldade,  ele nao tem problema nenhum de fala. Fala tudo direitinho, nao troca nenhuma outra palavra.
A fono da escola me pediu para fazer 2 coisas para ajudá-lo na pronúncia correta:
1 - Quando falar PRATO, por exemplo, fazer com que ele pronuncie da seguinte maneira: PA-RA-TO facilitando assim a pronuncia correta da palavra.
2 - Fazer exercícios que envolvem a ponta da língua. Esses exercícios têm de ser divertidos, para estimular o envolvimento infantil. A brincadeira é estalar a língua no céu da boca, como o trotar de um cavalo e imitar o motor de uma moto.

Vou dizer que ja tentei algumas vezes, mas ele nao tem paciência e acaba se irritando com a "brincadeira".

Alguem com o mesmo problema? Ja passaram por isso?

Bjs

Andreia

 

8 comentários:

Mami Potato disse...

Não passei por esse problema com a minha filha, mas se a fono da escola disse que ainda é cedo para se preocupar, talvez seja hora de se acalmar um pouco e deixar que ele siga o tempo dele. Acho os exercícios que a fono passou pertinentes, mas como ela ressaltou, deve ser na base da brincadeira... Porém as crianças são espertas, e percebendo vc aflita e tentando ajudar com os exercícios ele se recusa a fazer e se irrita. Creio que o melhor mesmo é esperar e ver como o problema evolui, muitas vezes se resolve com o tempo, se não for o caso, vc pode procurar uma fono.
Baci
Thati

Isabela Kanupp (Kira!) disse...

Olha, dizem que meninos demoram mais, e no geral realmente isso é mais comum como você mesmo disse é uma das ultimas coisas que ficam " certinhas". Mas sou da seguinte opinião: você vai ficar mais aliviada de leva-lo ao fono? Então leve! Mal não fará!


Beijos
www.parabeatriz.com

Mamãe pela 2ª vez disse...

Minha amiga estava com o mesmo problema com a menina dela de 5 anos, a professora tbm disse que não precisava de fono que ia gastar dinheiro a toa já que ela ia levar em fono particular, ensinou a ela alguns truques e a menina depois de 3 meses esta falando normal, posso perguntar a ela quais os truques ela usou com Luiza e te conto depois, bjus

Déia. disse...

Ola meninas, obrigada pelo apoio... fico receosa e sou do tipo de prefiro correr atras do prejuizo antes mesmo que ele chegue! :)

Bianca disse...

Sou professora, e aprendi na faculdade que o R é a última oposição a ser adquirida. Porém aos 5 anos completos a criança não deve apresentar nenhuma troca na fala, e como é fase de alfabetização, a troca invariavelmente vai interferir na aquisição de leitura e escrita. Em contrapartida, é facílimo e rápido de resolver isso com fonoaudiologia!

Boa sorte!

Beijos!

Déia. disse...

Oi bianca,
pois é tambem ouvi justamente isso que me disse. Conversei ontem com a pediatra dele e ja estou com o encaminhamento para uma fono. Agora é procurar uma boa aqui no RJ.
Bjs

Excavanha! disse...

minha pequena (8 meses ainda, rs) tá começando a falar 'papa', 'mama', etc, mas acho que um fono deve ajudar e muito no seu caso!
:-)
bom dia.

Déia. disse...

Olá Excavanha!
Obrigada pelo seu comentário. Ja conversei com a pediatra dele e vou procurar logo a fono.

Isso tambem te interessa...

Blog Widget by LinkWithin